Testemunhos Viventes

 

7 - Minha cirurgia

Muito antes da cirurgia, eu estava sentada tomando banho de sol e olhei diferente as minhas pernas, agradeci a Deus por elas e disse a Ele que eu as achava bonitas.
E Jesus me disse: “É, mas você terá uma cicatriz grande nessa perna”!
-Ai Jesus! O que é isso? Por favor, não!
Há mais ou menos nove meses, sentia uma indisposição na canela da perna direita: uma dormência. Fui em dois médicos: um disse que era cãibra, outro, stress. Tomei as providências: comia muito potássio e fui eliminando algumas atividades para combater o stress. Passaram-se meses e nada de melhorar.
Como de costume, cada ano, vou a ginecologista fazer os exames de rotina e comentei com ela o problema da perna. Logo, fui encaminha a um traumatologista. Tirei raio X e constatou ostioma ostióide. O médico havia dito que só resolveria submetendo-me a um tratamento forte com antibióticos e ainda assim, ele não garantia a eficácia da cura. O ideal seria a cirurgia do osso. Fiquei assustada!
Fui a mais dois médicos especialistas em Bento Gonçalves e Passo Fundo - RS. Ambos confirmaram: somente com cirurgia! Marquei-a logo, já que não havia outra solução médica, porque para Deus, o tratamento era outro (fato que descobri alguns meses depois, por revelação divina).
Lembro também que orando em línguas na minha cozinha, Jesus colocou o nome do remédio que eu devia tomar, mas o nome era difícil e eu havia esquecido!
Fiquei triste com o esquecimento e pedi a Ele que me desse outro sinal, que alguém me dissesse o nome do remédio e eu escreveria para não esquecer.
Foi durante um recreio na escola. Uma colega professora estava conversando comigo a respeito de seu pai, que sempre tomava um remédio bem baratinho para fortificar os ossos... De repente ela disse o nome! Lembrei! Era aquele que Jesus havia me dito! Escrevi no papel e assim que acabou a aula, fui à farmácia. Mas antes disso, olhei a carteira e estava sem dinheiro; olhei a niqueleira e só havia R$ 1,79 em moedas! Disse: - Não vai dar para comprar, vou perguntar se tem o remédio e quanto custa! Para a graça de Deus, pasmem! Havia o remédio e custava R$ 1,79! Tremi! Subiu uns calorões! Fiquei tão feliz, tão tocada com aquele sinal, que nem conseguia raciocinar direito!
Comecei a tomar por conta própria, pois era tão comum: igual a sonrisal!
Só que o médico (meu tio) meus pais, meu marido e meus filhos me diziam que era para fazer a cirurgia, falei para alguns amigos do grupo de oração e eles também não sabiam o que dizer... Na dúvida, faço ou não faço a cirurgia? Por um lado a ciência, por outro o espiritual (fé). Eu só pedia a Jesus: Senhor eu creio, mas aumentai a minha fé!
Por fim, fiz a cirurgia devido à insistência da família.
A cirurgia foi um sucesso! Depois de meses, quando vi a cicatriz (uns dez centímetros) lembrei do que Jesus havia me dito: você terá uma cicatriz! Ele já sabia que na época, a minha fé era pouca.
Jesus “está conosco todos os dias” (Mt 28, 20).

 
© Copyright | www.testemunhosviventes.com.br | 2008 - 2020 | Todos os direitos reservados